Grande Futebol
Venda de Everton ao Benfica “salvou o Fortaleza”, admite o presidente
Redação
2021-01-20 18:45:00
Verba dos direitos de formação evita que emblema do Ceará tenha salários em atraso

Everton Cebolinha foi vendido pelo Grémio ao Benfica numa transferência que “salvou o Fortaleza”, como explicou o presidente do emblema do Ceará, Marcelo Paz.

Em declarações a um podcast, o dirigente explicou que os 700 mil euros recebidos a título de direitos de formação permitiram ao clube manter os compromissos salariais.

“Se não fosse o dinheiro da venda do Everton Cebolinha estaríamos com salários em atraso. O dinheiro do Cebolinha salvou o Fortaleza, foi uma bênção”, adiantou Marcelo Paz.

“Deus é tão bom que deixou para vender o Cebolinha quando mais precisávamos. Foi para pagar dívidas, pagar salários e manter o clube com uma realidade boa comparada a outros clubes. Não está fácil, mas vamos conseguir”, acrescentou o presidente do Fortaleza.

Everton foi vendido ao Benfica por 20 de milhões de euros, com o Fortaleza a ter direito a cerca de milhão e meio, por direitos de formação. No entanto, o clube do Ceará teve de reembolsar 11 antigos investidores.

Os 4,5 milhões de reais (cerca de 700 mil euros) que entraram nos cofres do Fortaleza correspondiam ao investimento feito anteriormente por Luís Eduardo Girão, mas o antigo presidente prescindiu da verba a favor do clube.