Grande Futebol
UEFA abdica de processos judiciais mas mantém-se contra Superliga Europeia
2021-09-28 11:05:00
Clubes que avançaram com projeto não serão sancionados pelo organismo que rege as competições europeias

A UEFA anunciou hoje que não vai levar em frente quaisquer processos judiciais contra os clubes implicados na criação da Superliga Europeia de futebol, projeto a que continua a opor-se, após uma decisão do Tribunal Comercial de Madrid.

“A UEFA reconhece a declaração feita pelo seu órgão de recurso, que se segue a uma notificação formal relativa a uma ordem judicial que dava à UEFA cinco dias para clarificar a sua posição relativamente à decisão do 17.º Tribunal Comercial de Madrid”, com os procedimentos disciplinares declarados “nulos e anulados”, nota em comunicado.

A decisão da instância de apelo é relativa a FC Barcelona, Juventus e Real Madrid, por uma potencial violação do enquadramento legal da UEFA, e faz com que a relação judicial entre as partes seja “como se os procedimentos não tivessem sido iniciados”.

“A UEFA mantém o seu ponto de vista de que agiu sempre de acordo não só com os seus estatutos e regulamentos, mas também com a lei europeia, a Convenção Europeia dos Direitos Humanos e a lei suíça”, e continuará “a defender a sua posição em todas as jurisdições relevantes”, acrescenta o organismo de cúpula do futebol europeu.

A Superliga, impulsionada por um total de 12 clubes que procuraram criar uma competição que rivalizasse com aquelas organizadas pela UEFA no continente europeu, acabou por cair, face à desistência de nove emblemas fundadores, com forte oposição de vários organismos do futebol.

Tags: