Grande Futebol
Schalke volta a vencer um ano depois e evita recorde negativo com 50 anos
2021-01-09 17:05:00
'Mineiros' venceram pela primeira vez na 15.ª jornada da Bundesliga

O Schalke conquistou hoje, ao fim de 15 jornadas, a primeira vitória na Liga alemã de futebol, alcançando uma goleada caseira sobre o Hoffenheim, por 4-0, e evitando igualar um recorde negativo com mais de 50 anos.

Os ‘mineiros’, privados do português Gonçalo Paciência, lesionado, não venciam para a Bundesliga desde 17 de janeiro de 2020, ou seja desde a temporada passada, e vinham de uma série negativa de 30 jogos em ‘branco’.

Com um ‘hat-trick’ do norte-americano Matthew Hope, aos 42, 57 e 63 minutos, e um golo do marroquino Amine Harit, aos 80, o Schalke festejou o primeiro triunfo, saiu do último lugar e ainda evitou igualar uma marca com mais de meio século, que está na posse do Tasmania Berlim.

Em 1965/66, na única participação na Bundesliga, o emblema da capital alemã completou 31 jogos consecutivos sem vencer, acabando essa edição no último lugar da prova e relegado para o segundo escalão.

Embora se mantenha em zona de despromoção, o Schalke entregou a lanterna-vermelha ao Mainz, que perdeu por 2-0 na receção ao Eintracht Frankfurt, graças a dois golos do avançado internacional português André Silva, ambos de grande penalidade, aos 24 e 72 minutos.

O avançado luso ‘bisou’ pela terceira vez esta época e já leva 11 golos no campeonato, sendo o segundo melhor marcador da competição, atrás do polaco Robert Lewandowski, do Bayern Munique, que soma 20.

No polo oposto da tabela, o Bayer Leverkusen, que há um mês liderava a Bundesliga, averbou o terceiro encontro consecutivo sem vencer, ao empatar 1-1 na receção ao Werder Bremen, e mantém-se no terceiro lugar, com 29 pontos.

O turco Omer Toprak, que representou os farmacêuticos entre 2011 e 2017, cometeu uma ‘traição’ diante da antiga equipa e inaugurou o marcador, aos 52 minutos, só que o checo Patrik Schik repôs a igualdade, aos 70, num lance com vários ressaltos.

O Union Berlim, quarto colocado, poderia ter aproveitado o ‘deslize’ do Leverkusen para se aproximar do terceiro posto, mas também cedeu um empate (2-2), perante o Wolfsburgo, com golos de Sheraldo Becker e Robert Andrich para o conjunto da capital e de Renato Steffen e Wout Weghorst para os ‘lobos’.

Já o Friburgo está a viver a melhor fase da temporada, tendo alcançado a quinta vitória seguida na prova, com uma ‘mão cheia’ de golos ao Colónia (5-0), que lhe permitiu subir ao oitavo posto, a dois pontos dos lugares europeus.

A Bundesliga é liderada pelo Bayern Munique, que na sexta-feira perdeu por 3-2 com o Borussia Mönchengladbach e poderá ser ultrapassado pelo Leipzig, caso ‘die roten bullen’ vençam hoje na receção ao Borussia Dortmund.