Grande Futebol
Rui Patrício prepara-se para chegar às 100 internacionalizações
2021-10-07 19:05:00
Guardião estrou-se em novembro de 2010, num particular em que Portugal goleou a Espanha por 4-0

O guarda-redes Rui Patrício prepara-se para chegar às 100 internacionalizações ‘AA’ pela seleção portuguesa de futebol, no particular com o Qatar ou no duelo com o Luxemburgo, tornando-se o primeiro guardião luso a atingir tal marca.

Pouco mais de um mês depois de atingido os 99 jogos por Portugal, no triunfo sobre o Azerbaijão (3-0), Patrício vai entrar num restrito lote de futebolistas que alcançaram os três dígitos, do qual já fazem parte o recordista Cristiano Ronaldo (180), João Moutinho (138), Luís Figo (127), Pepe (121), Nani (112) e Fernando Couto (110).

Só uma ‘hecatombe’ impedirá o guarda-redes da Roma, de 33 anos, de atingir a marca centenária nos próximos dias, seja no particular com o Qatar, no sábado, seja três dias volvidos, diante do Luxemburgo, a contar para a qualificação para o Mundial2022.

Além de já ser o sétimo mais internacional de sempre, Rui Patrício ficará igualmente na história por ser o primeiro guarda-redes a atingir as 100 partidas por Portugal, reforçando ainda mais o estatuto de guardião com mais encontros pela seleção, com larga margem sobre os já retirados Vítor Baía (80) e Ricardo (79), que completam o ‘top-3’.

O jogador natural de Marrazes, e formado no Sporting, atingirá o ‘marco’ quase 11 anos após a estreia pela seleção ‘AA’, em novembro de 2010, num particular em que Portugal goleou a Espanha por 4-0, sendo que antes já tinha sido chamado ao Euro2008, embora sem participar em qualquer partida.

Desde então, foi sempre chamado a integrar a seleção nas principais competições internacionais, contando no currículo com mais três europeus (2012, 2016 e 2020) e dois mundiais (2014 e 2018).

À exceção do campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, em que só fez um jogo, por conta da lesão sofrida na estreia, com a Alemanha, Rui Patrício foi titular absoluto na baliza nacional em todas os jogos das outras competições, sendo um dos principais ‘obreiros’ da conquista do Euro2016.

Os números de Patrício incluem dois títulos, a Liga das Nações e esse Europeu, 58 vitórias, 23 empates e 18 derrotas, tendo sido titular em 97 dos 99 encontros em que participou por Portugal.

O estatuto de Rui Patrício na seleção é de tal forma notável que o segundo guarda-redes mais internacional ainda em atividade é Beto, de 39 anos, que conta com 16 partidas por Portugal, mais duas do que Anthony Lopes (14), o habitual suplente na equipa das ‘quinas’.