Grande Futebol
"Ronaldo até marca sentado, mas esteve muito mal nestes três anos"
Redação
2021-02-27 16:30:00
Cassano aponta o internacional português como a prova do "projeto falhado" da Juventus

A campanha instável da Juventus nesta temporada, que conheceu o episódio mais recente com a derrota frente ao FC Porto, por 2-1, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, continua a gerar análises e comentários diversos no futebol italiano.

Agora, foi a vez de Antonio Cassano, antigo internacional italiano, afirmar que a Juventus é “um projeto falhado”, apontando como símbolo desse exemplo Cristiano Ronaldo.

“Ronaldo resolve, mas participa pouco. Para mim, nestes três anos esteve muito mal”, defendeu o antigo avançado, que passou, entre outros clubes, pelo Real Madrid, onde brilhou CR7.

Para justificar a contratação, resta ao internacional português levar a ‘velha senhora’ à conquista do principal troféu europeu.

“A Juventus contratou Ronaldo para ganhar a Champions, mas com ele fizeram pior do que antes. O título italiano também o teria ganho sem ele”, frisou.

Em entrevista ao Corriere dello Sport, Cassano explicou que o problema não está nos golos que CR7 marca: afinal, são 25 em 28 jogos esta temporada.

“Ronaldo não entra no ideia do [treinador] Andrea [Pirlo]. Ele vai continuar a marcar, porque até o consegue fazer sentado. Ele começa na ala, parte para o meio, puxa para o pé direito e remata... Ou de cabeça, é único. Mas o Andrea privilegia a construção, a pressão alta, o jogo posicional, a qualidade entre linhas”, explicou.

Por ter sido contratado para melhorar a qualidade exibicional da equipa e levar a Juventus à conquista da Liga dos Campeões, o internacional português tornou-se na imagem do “projeto falhado” do colosso italiano.

“Durante 120 anos, a Juventus só pensou em vencer. Vencer ainda é uma obrigação, mas primeiro com Sarri e depois com o Andrea [Pirlo], a direção tentou mudar de pele, melhorar o jogo além dos títulos. É um projeto falhado”, finalizou Cassano.