Grande Futebol
Rio Ave apurado para a terceira eliminatória da Liga Europa
2020-09-17 20:50:00
Vilacondenses triunfam em casa do FK Borac, na Bósnia

O Rio Ave garantiu hoje a passagem à terceira eliminatória de acesso à fase de grupos Liga Europa, depois de vencer os bósnios do FK Borac, por 2-0, num triunfo 'arrancado' nos momentos finais da partida.

Depois de uma primeira parte 'morna', os vila-condenses acabaram por mostrar os seus maiores argumentos no segundo tempo, que dominaram por completo, o adversário, mas só confirmaram o ascendente com os tentos de Tarantini, aos 90 minutos, e de Jambor, aos 90+6.

Com este resultado, o Rio Ave segue em frente na prova e já sabe que o próximo adversário será o Besiktas, numa partida que será disputada na Turquia, na próxima quinta-feira.

Para este desafio, frente ao FK Borac, conjunto que tinha terminado a época passada no quarto lugar da liga da Bósnia Herzegovina, o novo técnico do conjunto da foz do Ave, Mário Silva, optou pela estabilidade do 'onze' e introduziu apenas dois reforços nas escolhas iniciais: o defesa Ivo Pinto e o médio Francisco Geraldes.

Ainda assim, a equipa portuguesa entrou um pouco nervosa no desafio, concedendo espaços aos bósnios, que, com jogadores de qualidade técnica, ainda criaram alguns 'calafrios', num par de remates, antes do quarto de hora.

Esse inicial atrevimento do FK Borac serviu de alerta para os vila-condenses, que, a partir dos 25 minutos, começaram a assentar o seu futebol e a perceber que tinham mais qualidade que o oponente no capítulo do passe, desenhando alguns bons contra-ataques, mas que só foram traduzidos em perigo em apenas um remate de Lucas Piazon, ao lado, impondo o nulo até ao intervalo.

No regresso, o FK Borac tentou, de novo, entrar a surpreender e, numa iniciativa de Zakaric, teve uma das sua melhores oportunidades, antes de o Rio Ave resgatar o controlo do desafio, para não mais o largar.

Matheus Reis, aos 65, deixou a primeira ameaça do Rio Ave na etapa completar, num 'tiro' que saiu um pouco por cima, mas que motivou a equipa a, paulatinamente, ir encostando os bósnios à sua área.

Perante a forte muralha defensiva que o FK Borac ia construindo, o treinador do Rio Ave respondeu com a entrada do criativo Gelson Dala, aos 77, numa alteração que se viria a revelar decisiva.

O atacante angolano surgiu, em pouco tempo, envolvido em três jogadas em que Piazon, Tarantini e Carlos Mané estiveram perto de inaugurar o marcador e, quando o prolongamento pairava, acabou por construir a jogada decisiva do encontro.

Já aos 90, Dala recebeu uma assistência de calcanhar de Bruno Moreira e desferiu um remate que o guardião bósnio ainda desviou, mas, na recarga, o capitão Tarantini surgiu no sítio certo para desbloquear o desafio e assinar o 1-0.

Já nos descontos, e com o FK Borac descompensado, ainda houve tempo para o recém-entrado Jambor dar um volume mais condizente à prestação da equipa, e apontar o 2-0 final, aos 90+6.

Jogo no Estádio Gradski, em Banja Luka.

FK Borac - Rio Ave, 0-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Tarantini, 90 minutos.

0-2, Jambor, 90+6.

Equipas:

FK Borac: Pavlovic, Dujakovic (Georgiev, 90+5), Milojevic, Jovanovic, Cosic, Brtan, Danilovic, Zakaric, Vranjes, Ziljkcic e Lukic (Kajkut, 87).

(Suplentes: Damijanovic, Radulovic, Kajkut, Vojnovic, Oliveira Cruz, Borovcanin e Georgiev).

Treinador: Vlado Jagodi.

Rio Ave: Kieszek, Ivo Pinto, Borevkovic, Aderllan Santos, Mattheus Reis, Tarantini, Filipe Augusto, Piazón (Gabrielzinho, 90+5), Francisco Geraldes (Gelson Dala, 75), Carlos Mané e Bruno Moreira (Jambor, 90+3).

(Suplentes: Léo Vieira, Nélson Monte, Gelson Dala, Jambor, Pedro Amaral, Gabrielzinho e André Pereira).

Treinador: Mário Silva.

Árbitro: Peter Kjaesgaard (Dinamarca).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Filipe Augusto (37), Dujakovic (54), Carlos Mané (59), Danilovic (90+2), Kajkut (90+3) e Zakaric (90+5).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.