Grande Futebol
"Pepê não está pronto, Everton saiu com outro estatuto e sente dificuldades"
Redação
2021-01-11 17:30:00
Campeão mundial Zinho deixa elogios e avisos sobre o jovem extremo do Grémio

Campeão mundial em 1994, Zinho deixou rasgados elogios a Pepê, alegado alvo do FC Porto, mas avisou que o extremo ainda não está “pronto para triunfar no imediato” no futebol europeu.

A antiga glória do futebol brasileiro sustentou a ideia dando o exemplo de Everton Cebolinha, que partiu “com outro estatuto” e tem “sentido dificuldades” no Benfica.

Pepê tem menos experiência do que Everton e “nem sequer está a passar pelo melhor momento de forma”, salientou o ex-jogador.

“Basta lembrar que o Everton Cebolinha, que jogava com ele no Grémio antes de ir para o Benfica, quando saiu já tinha outro estatuto, é um jogador da seleção brasileira e tem sentido algumas dificuldades em Portugal”, afirmou Zinho.

Pepê “ainda é só internacional olímpico”, pelo que lhe falta chegar ao nível de um Everton que “ainda não demonstrou” no Benfica “tudo o que pode valer”.

O extremo seguido pelo FC Porto precisa de “uma melhor compreensão do jogo” e de “aprender a soltar melhor a bola”, assim como de “ajudar mais na marcação defensiva, fundamental para jogar na Europa”.

“Mas não tenho dúvidas de que é um jogador muito bom. Tem um potencial incrível, tem muita qualidade técnica e é muito forte a jogar no um contra um”, elogiou Zinho.

O alegado interesse dos dragões em Pepê motivou mesmo um ‘recado’ do Grémio, que pretende manter o jogador pelo menos até ao final da Taça Libertadores, ao empresário do jogador.

Em entrevista ao Globoesporte, Renato Gaúcho, treinador do Grémio, aconselhou o agente a negociar a transferência apenas no final da temporada.

“O empresário do jogador deveria pensar com um pouco mais de inteligência. Sendo campeão, [o jogador] é valorizado. As pessoas acham que os negócios têm que sair da noite para o dia. Estes empresários têm-se aproveitado muito dos clubes. Muita calma nessas horas. 'Ah, porque fulano ligou para ele, esse [clube] está interessado'. O apressado come cru. Daqui a pouco os empresários ficam 'botando minhoca', essa é a verdade. O jogador não está aqui e é desvalorizado lá fora”, criticou o técnico.

Já Lucho González, antigo capitão do FC Porto, defendeu que Pepê “pode chegar e fazer a diferença”.

“Tenho a certeza de que vai render”, garantiu ‘El Comandante’.