Grande Futebol
Onze casos de jogadores que se lesionaram durante grandes competições [3/11]
Mauro
2017-06-22 08:00:00

A perna partida de Bento que pautou um Mundial para esquecer

Internacional pela seleção portuguesa por 63 vezes, Manuel Bento era um dos porta-estandartes da equipa das quinas à partida para o Mundial 1986, disputado no México, uma competição que se tornou em pesadelo (competição pautada pelo caso Saltillo). Depois de uma vitória por um golo sem resposta diante da Inglaterra, na primeira jornada da fase de grupos, tudo apontava para que Portugal conseguisse uma qualificação tranquila para a fase seguinte, com Polónia e Marrocos como restantes adversários no agrupamento. Ora, tal não sucedeu e Portugal foi eliminado ainda em momento precoce da competição.

Um dos fatores para tal situação, segundo apontam vários jogadores e figuras do futebol desse momento, foi a grave lesão contraída por Bento, que o colocou de fora dos dois últimos encontros da fase de grupos. Durante um treino da Seleção Nacional, o guardião português partiu a perna, após saltar à bola, curiosamente a jogar a avançado, num lance no decorrer de um jogo de treino. Como consequência, Bento esteve, inclusive, sem jogar durante quase toda a temporada seguinte e não mais na carreira fez uma época inteira como titular indiscutível, sendo suplente no Benfica entre 1987 e 1992.

Damas jogou no lugar de Bento nas partidas seguintes no Mundial 1986, mas não mais a equipa das quinas conseguiu vencer na competição. Dois desaires (0-1 contra a Polónia e 1-3 frente a Marrocos) atiraram a seleção orientada por José Torres para fora da competição, naquela que foi uma das prestações mais negativas da Seleção Nacional em grandes competições internacionais.