Grande Futebol
Nomes graúdos 'caem' nos 16 avos de final pródigos em surpresas
Redação
2021-02-25 22:55:00
Síntese dos jogos de hoje para a Liga Europa

Os 16 avos de final da Liga Europa de futebol foram hoje pródigos em surpresas, numa ronda em que Benfica e Sporting de Braga foram eliminados e deixaram Portugal sem representantes na prova.

O futebol português ficou sem representantes , depois da eliminação hoje consumada de Sporting de Braga e Benfica perante os italianos da Roma e os ingleses do Arsenal, respetivamente.

Os minhotos, que já tinham perdido na ‘Pedreira’ por 2-0, sofreram nova derrota na capital italiana por 3-1, enquanto o Benfica, na Grécia, foi eliminado nos últimos minutos do jogo da segunda mão frente ao Arsenal, que marcou o terceiro golo que fixou o 3-2 de que necessitava para se apurar, depois do 1-1 da primeira mão em Roma.

Destaque para a eliminação de duas equipas alemães, Hoffenheim e Bayer Leverkusen, pelos noruegueses do Molde e pelos suíços do Young Boys, respetivamente.

O Hoffenheim, atual 11.º classificado da Bundesliga, depois de empatar a três golos na Noruega, foi derrotado por 2-0, em casa, pelo Molde, cujo campeonato parou em meados de dezembro e ainda não retomou, obrigando a equipa a efetuar jogos particulares para preparar a sua participação na Liga Europa.

Já o Bayer Leverkusen, atual quinto classificado da Bundesliga, sofreu dupla derrota perante o atual líder de um campeonato muito menos cotado como é o suíço, o Young Boys, que venceu na Suíça por 4-3 e impôs nova derrota na Alemanha por 2-0.

Todavia, não foram só equipas alemãs a protagonizarem surpresas na competição, os ingleses do Leicester, com o português Ricardo Pereira como suplente utilizado, foram hoje derrotados em casa por 2-0, depois do nulo verificado na República Checa, pelo Slavia de Praga, que ‘carimbou’ o passaporte para os oitavos de final.

De salientar ainda a eliminação dos italianos do Nápoles, um dos ‘grandes’ do ‘calcio’, perante uma equipa ‘pequena’ de Espanha, o Granada, que contou com os portugueses Rui Silva e Domingos Duarte no ‘onze’. Os espanhóis venceram em casa por 2-0 há oito dias e hoje, apesar de derrotada por 2-1 em Itália, garantiram uma vaga na próxima fase.

O Rangers não sentiu dificuldades para eliminar os belgas do Antuérpia, do português Buta, ao vencer na Bélgica por 4-3 e hoje, em casa, por 5-2.

Meia surpresa foi a eliminação dos belgas do Brugge, que trouxeram da Ucrânia um empate a um golo, e que se deixaram eliminar pelo Dínamo Kiev, que cumpriu apenas duas jornadas do campeonato ucraniano, que lidera, depois da paragem da prova a 21 de dezembro de 2020.

De registar, também, as dificuldades sentidas pelos italianos do AC Milan, com Rafael Leão e Diogo Dalot a titulares, para eliminarem os atuais líderes do campeonato sérvio, o Estrela Vermelha (empataram em Belgrado a dois golos e em Milão a um golo, beneficiando dos dois golos marcados fora) e o apuramento dos gregos do Olympiacos, equipa treinada pelo português Pedro Martins e com José Sá, Rúben Semedo e Bruma no ‘onze’, à custa dos holandeses do PSV Eindhoven, que hoje venceram por 2-1, resultado insuficiente depois da derrota em Atenas por 4-2, na primeira mão.

O Manchester United, com Bruno Fernandes no ‘onze’, empatou hoje em casa frente à Real Sociedad, mas seguiu em frente, depois de ter vencido fora por 4-0 na primeira mão, enquanto os franceses do Lille, com Tiago Djaló e Xeka a titulares, voltaram a perder por 2-1 com os holandeses do Ajax e foram eliminados.

Já os ucranianos do Shakhtar, treinados por Luís Castro, venceram os israelitas do Tel Aviv, de André Geraldes, por 1-0 e estão apurados.