Grande Futebol
"O Santos não tem condições para sobreviver se não negociar Lucas Veríssimo"
2020-11-20 17:35:00
“O negócio não é mau nem é bom, mas é razoável e paga as contas”, assume o presidente

Depois do treinador do Santos ter falado sobre o negócio entre o clube brasileiro e o Benfica pelo central Lucas Veríssimo, também Orlando Rollo, presidente do ‘peixe’, detalhou esta sexta-feira em que fase se encontram as negociações. 

Em conferência de imprensa, o líder do Santos admitiu que a venda do jogador é a única maneira do clube contornar uma dívida de 54 milhões de reais (cerca de 8,5 milhões de euros) e que vai pressionar o Conselho Deliberativo para aceitar a proposta encarnada. 

"O Santos precisa negociar o Lucas Veríssimo. O Santos não tem condições de sobreviver até janeiro se não negociar o jogador. Temos uma dívida a curto prazo, entre salários e dívidas na FIFA, de cerca de 54 milhões de reais. Só que agora o Benfica está prestes a desistir do negócio. Se não conseguirmos vender o Lucas Veríssimo, não vejo solução financeira", começou por dizer. 

“Estamos a tentar melhorar a proposta. Conversámos com o Benfica e os agentes do jogador. Temos conversado também com outras instituições bancárias, até para demonstrar que as taxas que conseguimos são as melhores do mercado. Salvo erro, a taxa seria de 15 por cento”, começou por dizer. 

A atravessar uma fase complicada a nível estrutural, com o clube a ser liderado por uma Comissão de Gestão, Orlando Rollo revelou que o Santos detém 85 por cento do passe de Lucas Veríssimo e que a venda do jogador ajudará o emblema a saldar algumas dúvidas. 

“O negócio não é mau nem é bom, mas é razoável e paga as contas. O clube volta a respirar”, assumiu. 

Orlando Rollo explicou ainda que o ex-presidente do Santos, José Carlos Peres, afastou algumas propostas sem falar com o jogador, algo que foi desgastando a relação entre clube e atleta e que obrigou a uma ‘renovação’ com perspetivas de aumento salarial. 

“O que fizemos foi prolongar o contrato mais seis meses, antecipando um ativo salarial do ano que vem, até porque ele está na iminência de ser negociado. Ele tinha 20 por cento [do passe] e adquirimos mais cinco por cento para facilitar as negociações. Foi excelente para o clube e para o atleta. Mostra que o clube está preocupado com ele”, rematou. 

Lucas Veríssimo, relembre-se, tem sido fortemente associado ao Benfica nos últimos, sendo que tanto o treinador do Santos como o próprio atleta mostraram que o negócio pode realmente acontecer

De resto, também Jorge Jesus se pronunciou sobre o atleta, assumindo o desejo de poder contar com o central brasileiro

“Não sei se o vou ter ou não. Sinceramente não sei. Se gostava de o ter? Gostava, não tenho dúvidas”, afirmou hoje o técnico das águias, na conferência de imprensa de antevisão ao duelo frente ao Paredes, para a Taça de Portugal.