Grande Futebol
Moutinho e Rúben Neves 'abatem' Arsenal e Wolverhampton regressa aos triunfos
Redação
2021-02-02 20:30:00
Triunfo da equipa de Nuno Espírito Santo, com reviravolta e selo português

Um golaço do português João Moutinho e outro do compatriota Rúben Neves, de penálti, foram hoje suficientes para o Wolverhampton superar o Arsenal (2-1) e regressar aos triunfos na Liga inglesa de futebol.

O emblema treinado por Nuno Espírito Santo colocou um ponto final numa série negativa de oito jogos sem vitórias na 'Premier League', ocupando agora o 13.ª posto, com 26 pontos, enquanto a recuperação dos londrinos (10.º, com 31) na tabela teve hoje um percalço, muito por culpa das expulsões do central brasileiro David Luiz e do guarda-redes alemão Bernd Leno, no jogo da 22.ª jornada.

O adversário do Benfica nos 16 avos de final da Liga Europa, que voltou a ter o lateral-direito luso Cédric Soares a titular, no lado esquerdo, dominou por completo a primeira parte e colocou-se em vantagem à passagem do minuto 32, quando o marfinense Nicolas Pépé fez o que quis de Nélson Semedo e Rúben Neves, com um duplo ‘túnel’, para bater Rui Patrício.

Contudo, o antigo central do Benfica acabou por prejudicar o jogo dos ‘gunners’ no Molineux, após travar o avançado Willian Jose dentro da grande área. Rúben Neves (45+5) não deu hipóteses a Bernd Leno da marca dos ‘onze’ metros, um golo que encaminhou os ‘wolves’ para a reviravolta, culminada com um ‘míssil’ de João Moutinho (49), ainda antes de o guardião visitante ser expulso (72).

No Wolverhampton, também os lusos Pedro Neto e Daniel Podence jogaram de início, já Vitinha e Fábio Silva entraram no decorrer no segundo tempo.

O mesmo resultado verificou-se no jogo de ‘aflitos’ entre o West Bromwich e o Sheffield United, com os ‘blades’ a levarem a melhor sobre os ‘baggies’, que até se colocaram em vantagem, por intermédio do escocês Matt Phillips (41), mas viram o lanterna-vermelha da tabela dar a volta ao ‘placard’, já na segunda parte, pelos pés de Jayden Bogle (56) e Billy Sharp (73).

Apesar do triunfo nos arredores de Birmingham, o Sheffield mantém-se na ‘cauda’ da classificação, com 11 pontos, menos um do que o 19.º colocado West Brom.