Grande Futebol
Federação Espanhola rejeita derrota do Fuenlabrada
2020-07-31 21:05:00
Decisão conhecida um dia após o instrutor do processo propor o castigo

O Comité de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) rejeitou hoje a derrota do Fuenlabrada diante do Deportivo da Corunha, que tinha sido proposta pelo instrutor do processo de inquérito que foi aberto ao clube madrileno.

A RFEF confirmou a decisão à agência EFE, um dia depois de o instrutor do caso, Ricardo Díaz Sánchez, ter proposto aquela medida cautelar e ter concordado em conceder uma audiência sumária ao Fuenlabrada até ao meio-dia de hoje, para que o clube remetesse toda a documentação do processo.

De resto, o Fuenlabrada opôs-se à nomeação de Díaz Sánchez como instrutor do processo, alegando que este teria um vínculo profissional a um membro da direção do Deportivo. Contudo, o protesto dos madrilenos foi recusado pelo Comité de Competições da RFEF.

Em caso de derrota, o clube madrileno, oitavo classificado da II Liga espanhola, com 60 pontos, mas com menos um jogo, perderia a hipótese de lutar por uma vaga no ‘play-off' de promoção ao principal escalão, sendo que a mesma seria atribuída ao Elche, que tem 61 e ocupa o sexto posto, o último de acesso àquela fase.

Entretanto, o Fuenlabrada revelou disponibilidade para disputar o jogo em falta a partir de 02 de agosto, com os jogadores que tiver disponíveis.

Na semana passada, a RFEF abriu um inquérito disciplinar ao Fuenlabrada, depois de o Conselho Superior do Desporto ter considerado que o clube madrileno incumpriu com as normas sanitárias na visita ao Deportivo da Corunha.

O organismo informou que recebeu "denúncias de vários clubes da II Liga espanhola, face à situação ocorrida antes da partida entre o Fuenlabrada e o Deportivo", que foi adiada, devido aos vários casos de covid-19 entre o corpo técnico e jogadores dos madrilenos.

Em 20 de julho, o encontro entre o Deportivo da Corunha e o Fuenlabrada, da 42.ª e última jornada da II Liga de futebol, foi cancelado, após terem sido detetados vários casos de covid-19 na comitiva da formação de Madrid.

A Liga espanhola de futebol (LaLiga) comunicou que a primeira eliminatória do 'play-off' de subida à primeira divisão foi adiada, até que fique resolvido o caso que envolve o Deportivo e o Fuenlabrada.

O apuramento está em suspenso devido aos 28 casos positivos de covid-19 no Fuenlabrada e à indefinição da última equipa, de um total de quatro, no 'play-off', pelo facto de a última jornada da segunda divisão não ter ficado completa.

A formação galega já não tem hipóteses de manutenção, mas recorreu às instâncias disciplinares sobre este adiamento, enquanto o Fuenlabrada, oitavo colocado, ainda pode chegar ao sexto lugar e, assim, disputar o 'play-off' de subida ao principal escalão.

Espanha é um dos países mais afetados do mundo pelo novo coronavírus, com 28.445 mortos e mais de 285 mil casos de infeção confirmados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 673 mil mortos e infetou mais de 17,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.