Grande Futebol
"Faz-me confusão a sobranceria. Quando foi o PAOK foi a mesma coisa"
João Ribeiro
2020-12-16 10:25:00
Fernando Mendes e o discurso de Jorge Jesus sobre o sorteio da Liga Europa

Jorge Jesus assumiu que quando viu calhar ao Benfica o Arsenal nos 16 avos da Liga Europa não ficou surpreendido, uma vez que já esperava que tocasse ao clube da Luz um opositor forte no cenário europeu.

O treinador encarnado confessou até que ter pela frente o emblema britânico "não tira o sono" e espera ultrapassar a formação do Emirates Stadium, realçando que o Benfica é candidato a vencer a prova. E, como tal, terá de ultrapassar os 'pesos pesados' da competição.

Fernando Mendes, antigo jogador do Benfica, que teve passagens por Sporting e FC Porto, entre outros emblemas, não compreende esta atitude de Jorge Jesus e recorda que, em sua opinião, é semelhante ao que assistiu antes de o Benfica defrontar o PAOK, em jogo de acesso à Liga dos Campeões.

"Jesus está habituado a jogar com equipas fortes. O PAOK não era assim tão forte, nem o Liège. O Rangers é uma boa equipa mas não são tubarões e não os conseguiu vencer", disse Fernando Mendes, recordando que fora de portas o Benfica não conseguiu vencer nenhum dos opositores realçados, sendo que na fase de grupos da Liga Europa venceu o Liège na Luz mas não o conseguiu fazer na Bélgica, tal como não venceu o Rangers nem na Escócia, nem na Luz.

Depois de uma fase de grupos da Liga Europa, o Benfica partiu para o sorteio sem ser cabeça de série, motivo pelo qual acabaria por lhe tocar um dos opositores mais fortes do sorteio.

"Faz-me confusão a sobranceria. Quando foi o PAOK foi a mesma coisa. Via-se um certo relaxe", avisa Fernando Mendes, destacando que nesta altura o Arsenal está em baixa mas a coisa pode reverter a qualquer momento.

"A ver o momento atual do Arsenal pode pensar assim mas ele sabe que vai apanhar um adversário complicado. Não lhe tira o sono? No passado recente já teve dissabores", avisou Fernando Mendes, na CMTV.

Benfica e Arsenal vão medir forças nos 16 avos de final da Liga Europa, num duelo que colocará frente a frente duas equipas com tradição europeia. 

Em terras de Sua Majestade há quem antecipe dificuldades para a formação britânica frente a um Benfica que investiu muito nesta época.no reforço do plantel às ordens de Jorge Jesus. "O Arsenal deve preparar-se para mais uma desilusão com o Benfica", avisa Chris Sutton, antigo campeão britânico ao serviço do Blackburn, ele que agora é cronista na imprensa inglesa.