Grande Futebol
"Falam para pressionar árbitros ou só para fazer barulho", reage Bruno Fernandes
Redação
2021-01-16 14:00:00
Internacional português responde a Jurgen Klopp na polémica sobre a marcação de penáltis

Bruno Fernandes não deixou passar em claro uma provocação de Jurgen Klopp, depois do treinador alemão ter dito que o Manchester United teve mais penáltis em dois anos do que o Liverpool em cinco anos e meio.

"Agora tenho ouvido que o Manchester United teve mais penáltis em dois anos do que eu tive em cinco anos e meio. Não se se a culpa é minha ou como é que isso é possível", tinha afirmado Klopp, após a derrota do Liverpool com o Southampton.

Na véspera do Manchester United, líder da Premier League, defrontar o Liverpool, campeão em título, Bruno Fernandes respondeu à provocação do técnico alemão.

"As pessoas podem dizer o que quiserem. Para mim e para a equipa, o importante é continuar a fazer as coisas certas e, quando tivermos um penálti, marcarmos. Não ouço o que dizem e, honestamente, não quero saber", começou por reagir o médio do United, quando questionado sobre o tema pelo The Guardian.

De seguida, Bruno Fernandes partiu para o ataque: "Joguei em Portugal e, quando jogas no Sporting, no Benfica ou no FC Porto, estão sempre a falar desse tipo de coisas. Umas vezes para pressionar os árbitros, outras vezes só para fazer barulho na imprensa. Para mim, o mais importante de um penálti é pegar na bola e fazer o meu trabalho".

"O importante é marcar e não ouvir o que as pessoas dizem, porque os penáltis fazem parte do jogo e são para todos. E não é tão fácil como pode parecer", acrescentou o internacional português, que acertou 14 dos 15 penáltis que cobrou pelo United.

"No outro dia, vi nas notícias que o Sterling [Manchester City] falhou os últimos três penáltis, isso mostra que não é assim tão fácil bater um penálti. Tens de trabalhar nisso, estar concentrado. Não quer dizer que o Sterling não é um bom marcardor de penáltis, pode acontecer", finalizou Bruno Fernandes.