Grande Futebol
Dybala pede perdão por desrespeitar regras de confinamento em Itália
Redação
2021-04-01 21:00:00
Argentino apanhado em festa noturna na noite de quarta-feira

O futebolista argentino Paulo Dybala, colega de Cristiano Ronaldo na Juventus, pediu hoje desculpa por ter participado, na noite de quarta-feira, numa festa noturna que quebrou as regras de confinamento que visam travar a pandemia de covid-19 em Itália.

“Sei que num momento tão difícil no mundo por causa da covid-19 o melhor é não nos enganarmos, mas enganei-me ao ir jantar fora. Não era uma festa, mas equivoquei-me igualmente e peço perdão”, lançou o internacional ‘alviceleste’ na rede social Instagram.

O brasileiro Arthur Melo e o norte-americano Weston McKennie, também da Juventus, também estiveram presentes, com a comunicação social italiana a noticiar que a festa foi organizada na casa de McKennie, a norte de Turim, contando com entre dez e vinte convidados, entre os quais, familiares dos jogadores.

Segundo os media locais, a polícia italiana, possivelmente alertada por vizinhos, deslocou-se ao local e multou as pessoas presentes.

O jantar decorreu quando faltam menos de três dias para o dérbi contra o Torino, a contar para a Serie A, com a Juventus, terceira classificada na Liga italiana de futebol, a precisar dos três pontos para poder continuar a sonhar com o título.

Para já, é o Inter de Milão que está na liderança com 65 pontos (em 27 jornadas), mais seis do que o AC Milan e mais dez do que a ‘vecchia signora’.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.816.908 mortos no mundo, resultantes de mais de 128,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.