Grande Futebol
Caoimhin Kelleher, sombra de Allison e protegido de Klopp
2018-11-15 11:00:00
Kelleher é a grande surpresa da convocatória irlandesa e pode estrear-se pela seleção sem ter minutos como sénior.

Caoimhin Kelleher, decore este nome. Aos 19 anos, o jovem guarda redes irlandês do Liverpool FC não conta ainda qualquer minuto de futebol a nível sénior, mas nem por isso Martin O’Neill deixou de o chamar aos trabalhos da seleção da República da Irlanda. Talvez escaldado pelos episódios protagonizados recentemente por Jack Grealish ou Declan Rice, O’Neill parece querer segurar Kelleher à seleção irlandesa o quanto antes e a imprensa britânica avança mesmo com a titularidade do jovem guardião nos encontros da Irlanda frente à Irlanda do Norte e Dinamarca durante a presente janela de jogos internacionais.

Com a chegada de Allison a Anfield, os crónicos problemas relacionados com a baliza do Liverpool FC nos anos mais recentes parecem ter terminado. Porém, caso algo suceda com o guardião brasileiro, não faltam opções para o substituir. Mignolet ainda permanece no clube de Liverpool, mas é a Caoimhin Kelleher - curiosidade, o primeiro nome pronuncia-se Kevin ou ‘kwee-veen” - que parece estar reservado o futuro da baliza dos Reds, isto, claro, se o jovem tiver paciência para esperar pelo seu lugar. Sombra de Allison, Kelleher é uma espécie de protegido de Jürgen Klopp que em tempos esgotou praticamente todos os elogios para promover o jovem guardião.

Nascido em novembro de 1998, em Cork, foi já em 2015 que Kelleher chegou ao Liverpool depois de se ter notabilizado ao serviço da equipa da terra, o Ringmahon Rangers. Kelleher chegou ao Liverpool em 2015 e o mais curioso é que se tornara guarda redes pouco antes. Foi já aos 14 anos que Kelleher fez a transição de ponta de lança goleador - diz um antigo treinador ao Cork Evening Echo que tinha jeito para a coisa e marcava regularmente 20 a 30 golos por época - para guarda redes, depois do anterior guarda redes do Ringmahon Rangers ter desistido de jogar na equipa. Bom, pelo menos, uma coisa é certa: sabe o que vai na cabeça de um avançado.

Desde que chegou ao Liverpool, em 2015, Kelleher tem gravitado entre as equipas jovens do clube, mas sendo sempre uma presença constante nos trabalhos da equipa de Jürgen Klopp. Principalmente durante a digressão de verão do Liverpool em 2018, quando Kelleher foi mesmo utilizado pelo técnico alemão em jogos da Internacional Champions Cup e durante a qual Klopp se desfez em elogios ao jovem guardião. E, aqui, o passado como avançado não só não foi esquecido, como foi valorizado para aquilo que é hoje como guarda redes. Um guarda redes de perfil moderno, capaz em todas as áreas defensivas, e altamente competente no jogo de pés.

Em Agosto de 2018, Caoimhin Kelleher - o irmão, Fiacre, é também internacional jovem pela Irlanda e joga atualmente no Oxford United da League Two - assinou um contrato de longa duração com o Liverpool, com Klopp a justificar a decisão com o facto de considerar o jovem irlandês um fenómeno: “O Caoimhin é um talento incrível. Incrível! Ele é muito bom e muito calmo com bola, qualquer um pôde comprová-lo no verão durante a pré temporada a jogar perante cem mil pessoas e como isso não o incomodou ou deixou nervoso. É uma característica muito importante. Durante grande parte da formação jogou como jogador de campo e ganhou grandes reflexos. Se nada de sério lhe acontecer, vai ter um futuro fantástico. Não sei quantos guarda redes realmente bons a Irlanda tem, mas mais um nunca será um problema. Adoro-o e vai ficar connosco”, afirmou Klopp.

A influência de Kelleher na equipa do Liverpool não se ficou por participações na pré temporada perante os dois rivais de Manchester ou o Blackburn Rovers. Recentemente, Kelleher esteve na comitiva do Liverpool que viajou até Belgrado para defrontar o Estrela Vermelha e tem sido presença constante nos trabalhos da equipa principal do clube, com o próprio a agradecer a decisão de Klopp registando que basta treinar ao lado de Allison e Mignolet para evoluir como guarda redes. E, enquanto espera uma oportunidade na equipa sénior do Liverpool a nível oficial, parece ser na seleção irlandesa que os primeiros minutos como profissional irão chegar a Kelleher.