Grande Futebol
Bryan Ruiz assume desejo de ir ao Mundial2022
2020-07-23 21:20:00
Antigo jogador do Sporting regressa à Costa Rica

O ex-futebolista do Sporting Bryan Ruiz vai regressar à Costa Rica para jogar na Alajuelense, depois de uma carreira de 14 anos no estrangeiro, com o objetivo de reaver a forma e ir ao Mundial2022, no Qatar.

"Volto onde tudo começou, à equipa que me abriu as portas. A Liga é onde me sinto em casa e sempre foi uma prioridade", disse Bryan Ruiz, durante uma videoconferência com a imprensa.

Bryan Ruiz, de 34 anos, que competiu no Mundial2014, no Brasil, e no Mundial2018, na Rússia, ao serviço da Costa Rica, assinou um contrato de dois anos e meio com a Alajuelense, equipa em que foi formado e de onde deu o salto para a Europa em 2006.

O número 10 da seleção costa-riquenha, que a 13 de julho se desvinculou do Santos, do Brasil, a culminar uma experiência em que esteve praticamente dois anos sem jogar e em que enfrentou sucessivos problemas com a direção do clube, afirmou que o seu objetivo agora é cumprir os dois anos e meio de contrato com a Alajuelense e pôr um ponto final na carreira após o Mundial2022, no Qatar.

"Prometo o meu compromisso de sempre como profissional. Volto a um clube histórico, quero voltar a jogar, a celebrar e vou dar o meu melhor. Estou muito feliz. A Liga Desportiva Alajuelense deve pensar em vencer o campeonato todos os anos, pela minha parte vou dar o máximo, mas é um trabalho de equipa", disse Ruiz, que jogou nos últimos 14 anos fora da Costa Rica, tendo vestido as camisolas dos belgas do Gent, dos holandeses do Twente e do PSV Eindhoven, dos ingleses do Fulham, dos portugueses do Sporting e dos brasileiros do Santos.

O canhoto é considerado um dos melhores jogadores da história recente da Costa Rica, mas nos últimos dois anos enfrentou problemas com os dirigentes e com a equipa técnica do Santos e não joga uma partida oficial há um ano e meio, inatividade que lhe custou deixar de ser convocado para a seleção costa-riquenha nos últimos jogos que esta disputou antes da pandemia de covid-19.

O jogador, que ainda está no Brasil, revelou que se irá colocar brevemente sob as ordens da equipa técnica da Alajuelense para recuperar o mais rapidamente possível os seus níveis físicos e técnicos de modo a estar apto a competir no campeonato da Costa Rica e na Liga CONCACAF (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe) para poder reconquistar o seu lugar na seleção.