Grande Futebol
Bruno Lage oficializado como técnico do Wolverhampton
Redação
2021-06-09 10:05:00
Ex-treinador do Benfica é o sucessor de Nuno Espírito Santo

O treinador português Bruno Lage é o novo treinador do Wolverhampton, sucedendo ao compatriota Nuno Espírito Santo, anunciou hoje o clube da liga inglesa de futebol. Depois de mais de uma temporada sem treinar, após ter deixado o Benfica na fase final da temporada 2019/20, Bruno Lage, de 45 anos, vai regressar ao banco de uma equipa e assinou pelo Wolverhampton, não sendo revelada a duração do contrato.

Nos wolves, Bruno Lage vai suceder a Nuno Espírito Santo, que treinou a equipa nas últimas quatro temporadas, conduzindo-a de regresso à Premier League.

“Bruno Lage é o novo treinador principal do Wolves. O português é contratado depois de ter estado 18 meses à frente do Benfica, levando o clube português ao título, na sua primeira época”, confirma o emblema britânico. 

Bruno Lage teve no Benfica a sua primeira experiência como treinador principal no primeiro escalão, levando as 'águias' à conquista da I Liga portuguesa em 2018/19 e da Supertaça Cândido de Oliveira em 2019. O passado de Lage no Benfica e o seu trabalho na formação é destacado pelo Wolverhampton, que também assinala a época estreia do técnico, no emblema encarnado.

“Depois de ter treinado na academia de renome mundial do Benfica, o treinador de 45 anos assumiu as rédeas da equipa principal em janeiro de 2019 e levou os gigantes portugueses a 18 vitórias em 19 jogos e a um recorde de 103 golos”, pode ler-se. 

Outra marca na carreira de Bruno Lage é a aposta em jovens, incluindo João Félix, que se transferiu para o Atlético de Madrid”, realça o Wolverhampton, que assinala também o papel do técnico na formação de Rúben Dias e na aposta em Carlos Vinícius, dois jogadores que acabaram por se transferir para a Premier League.

O Wolverhampton traça o perfil de Lage e viaja pela carreira do técnico, que já teve passagens pelo futebol inglês, como adjunto de Carlos Carvalhal no Sheffield Wednesday e no Swansea City.

Bruno Lage, por seu turno, manifesta enorme entusiasmo por ter a primeira oportunidade na Premier League, como técnico principal. 

“É uma grande oportunidade. Estou muito feliz, porque regresso a este país para ser o treinador de uma grande equipa. É um clube que quer fazer história e que me dá uma oportunidade de competir na Premier League. E por isso estou feliz, entusiasmado e com uma grande ambição de alcançar grandes feitos neste clube”, afirmou. 

No Wolverhampton, Bruno Lage vai treinar vários jogadores portugueses, depois de, em 2020/21, terem estado no plantel Rui Patrício, Nélson Semedo, Rúben Neves, Vitinha, João Moutinho, Pedro Neto, Daniel Podence e Fábio Silva.