Grande Futebol
Borussia Dortmund reforça segundo lugar na Alemanha
2020-06-06 20:00:00
Triunfo sobre o Hertha Berlim

O Borussia Dortmund reforçou hoje o segundo lugar na Liga alemã com um ‘magro’ triunfo (1-0) sobre o Hertha Berlim, que à 30.ª jornada falhou a aproximação aos lugares da UEFA.

A sete pontos do Bayern Munique, que há duas semanas venceu em Dortmund (0-1), e praticamente sentenciou a Bundesliga, a equipa de Raphaël Guerreiro justificou os três pontos e aproveitou os deslizes do Leipzig e Borussia Mönchengladbach.

O Bayern Munique comanda com 70 pontos, seguido do Dortmund com 63, enquanto o Leipzig tem 59 e o Mönchengladbach 56, fechando o quarteto com acesso à Liga dos Campeões, embora com os mesmos pontos do Bayer Leverkusen. O Hertha Berlim é nono, com 38 pontos.

Antes da partida iniciar, os futebolistas do Borussia Dortmund e do Hertha Berlim ajoelharam-se no centro do relvado numa demonstração de apoio ao movimento #BlackLivesMatter, iniciado nos Estados Unidos e que luta contra o racismo.

O gesto no Signal Iduna Park, que reuniu os 22 atletas no círculo central e os treinadores na linha lateral, visou recriminar a morte do afro-americano George Floyd, um afro-americano de 46 anos, que morreu depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar

O único tento da partida surgiu aos 57 minutos, após uma combinação que deixou Emre Can liberto na área, rematando cruzado.

Horas antes, o Bayern Munique colocou-se cada vez mais próximo do oitavo título consecutivo, ao passar novo teste de fogo e vencer fora o Bayer Leverkusen (5.º), por 4-2.

Os bávaros voltaram a ter uma demonstração de força diante de um Leverkusen que nos últimos nove jogos no campeonato tinha apenas uma derrota e um empate.

Em casa do Leverkusen, o Bayern destacou-se também ao entrar em campo com a inscrição “cartão vermelho ao racismo” nas camisolas de treino, e depois, no jogo, com fumos negros, assinalando que “As vidas negras importam”.

A iniciativa acontece depois de nesta semana o defesa Boateng, que foi titular, ter apelado a que os desportistas brancos se unam no combate ao racismo, quase duas semanas após a morte de George Floyd, em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota).

Em outros jogos da Liga, o Eintracht Frankfurt, com André Silva a titular e Gonçalo Paciência ainda de fora, devido a lesão, fez ‘marcha atrás’ nos bons resultados e perdeu 2-0 em casa com o Mainz (15.º), que luta para fugir aos lugares de descida.

Ainda nesta 30.ª jornada, o Leipzig desperdiçou uma vantagem de 1-0 (golo de Schick, aos 27) em casa diante do Paderborn (18.ª e último), ao consentir o 1-1 muito perto do final do jogo, aos 90+2.

Na quarta posição, última de acesso à ‘Champions’, mantém-se o Borussia Mönchengladbach, que na sexta-feira perdeu em casa do Friburgo (1-0), mas beneficiou hoje também da derrota do Leverkusen, com as duas equipas igualadas com 56 pontos.

No terreno do Fortuna Dusseldorf, o Hoffenheim, que luta pela Europa, jogou com 10 após a expulsão de Hubner logo aos nove minutos: até conseguiu estar a vencer por 2-1, com golos de Dabbur (16) e Zuber (61), já depois de Hennings marcar para os da casa (05), mas o mesmo jogador viria a ‘bisar’ aos 76, fazendo o 2-2 de penálti.

A 30.ª jornada da liga alemã prossegue no domingo com os jogos Werder Bremen-Wolfsurgo, Union Berlin-Schalke e Augsburgo-Colónia.