Grande Futebol
"Barça é candidato, independentemente de se dizer que está mais fraco sem Messi"
2021-11-22 16:25:00
Equipa catalã não se trata de “um adversário qualquer”, avisa Jesus

O Benfica tem “uma chance” de vencer o FC Barcelona na terça-feira e ficar em vantagem no apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, disse hoje o treinador, Jorge Jesus.

Em conferência de imprensa, no Seixal, o técnico admitiu que um empate, que deixaria o clube português a depender do resultado dos espanhóis na última jornada, “será muito mais negativo para o FC Barcelona do que para o Benfica”, mas garantiu que a sua equipa vai “jogar para ganhar”.

“Nós vamos para o jogo como fomos no Estádio da Luz. Ganhar 3-0 ao Barcelona, poucas equipas o podem fazer, mas o Benfica fez e acreditamos que temos uma chance. Temos chances de passar esta fase, porque estamos a disputar ainda com dois jogos [pela frente]”, afirmou Jorge Jesus, instantes antes de viajar para a Catalunha.

Sem se deter, o técnico reforçou que “é um grande orgulho para a equipa do Benfica, para o seu treinador e para os seus jogadores” ainda estar a discutir o apuramento com os ‘blaugrana’, uma vez que não se trata de “um adversário qualquer”.

“Estamos a disputar com um adversário que é candidato ao título da ‘Champions’, independentemente de se dizer que está mais fraco porque saiu o Messi. Mas isso não lhe tira a qualidade de ter jogadores de nível ‘top’ mundial. Continua a ser uma grande equipa e uma das melhores do mundo”, frisou.

Além disso, “com a chegada de Xavi” ao comando técnico do adversário, que substituiu Ronald Koeman, “há um ambiente favorável que deixa o FC Barcelona mais confiante”, lembrou, ainda, o treinador, antes de prometer que a equipa do Benfica vai ser fiel à sua “ideia de jogo”.

“Vai ser exatamente igual à que foi no Estádio da Luz. Vamos com essa ideia de tentar saber quando temos de estar em pressão alta ou mais baixa. É nesses momentos posicionais que o Benfica tem de se adaptar, como em Lisboa, porque nem sempre esteve numa pressão alta. Mas estamos preparados e treinámos em função dessas ideias”, assumiu.

Ao seu lado, o defesa esquerdo Grimaldo, que se formou no clube que vai defrontar na terça-feira, sustentou as dificuldades previstas pelo técnico e frisou que “fraco não é a palavra” certa para definir o atual momento dos catalães, “porque o FC Barcelona nunca vai ser fraco”.

“Não atravessam o seu melhor momento, mas todos os clubes passam por isso. A chegada do Xavi mudou animicamente a equipa, já se notou no último jogo que estão muito fortes a nível anímico e de atitude. Vamos enfrentar um candidato ao título e a equipa tem de ir [para o jogo] sabendo aquilo que vai enfrentar”, advertiu o defesa ‘encarnado’.

Sobre o bom entendimento revelado nos últimos encontros com Everton Cebolinha, o lateral esquerdo lembrou que “quanto mais tempo se joga com um jogador, melhores vão sendo as jogadas coletivas”, mas Jorge Jesus não adiantou, depois, se será o extremo brasileiro que vai jogar de início em Camp Nou.

O técnico revelou apenas que João Mário “está convocado” e que tem dado boas indicações, mas fez depender o regresso do médio à titularidade da resposta que der “no treino de amanhã” [terça-feira], já na cidade condal.

O Benfica visita o Barcelona na terça-feira, em partida da quinta jornada do Grupo E da Liga dos Campeões que não pode perder, para continuar na luta pelo apuramento para os oitavos de final da competição.

Em caso de vitória, a equipa de Jorge Jesus ultrapassa os catalães no segundo lugar do grupo e fica a depender apenas de uma vitória em casa, na última jornada, frente ao Dínamo Kiev.

Já um empate mantém os ‘encarnados’ a dois pontos do FC Barcelona e, desde que os catalães não vençam na vista ao Bayern Munique, o Benfica é apurado caso triunfe frente à equipa ucraniana.