Grande Futebol
" Azerbaijão nunca perde por mais de um golo", lembra Fernando Santos
2021-09-06 15:25:00
Selecionador pretende mudar registo do adversário e "vencer por outra margem"

O selecionador Fernando Santos considerou hoje que o encontro no Azerbaijão, o quinto no Grupo A europeu de qualificação para o Mundial2022 de futebol, vai ser encarado como uma “final” para Portugal, que “não pensa perder pontos”.

Na antevisão ao duelo com os azeris, agendado para terça-feira, no Estádio Olímpico de Baku, o técnico recordou também as dificuldades sentidas no desafio da primeira jornada, disputado em Turim, onde a equipa das ‘quinas’ venceu pela margem mínima (1-0).

“É uma final e temos de encarar estes últimos quatro jogos para vencer. Não está no nosso pensamento perder pontos aqui. Precisamos de uma atitude e dinâmica no processo ofensivo e defensivo. É uma equipa muito bem orientada pelo Gianni de Biasi. Azerbaijão nunca perde por mais de um golo, mas espero que Portugal possa vencer por outra margem”, começou por dizer Fernando Santos, em conferência de imprensa.

Para o selecionador luso, o Azerbaijão é uma seleção que “vale pelo seu coletivo e que defende bem, mas não se esconde só no processo defensivo”.

Portugal divide a liderança da ‘poule’ A com a Sérvia, ambas com 10 pontos, pelo será um apuramento disputado até à última jornada, “independentemente do que aconteça às equipas”, segundo Fernando Santos.

“Acho que este apuramento vai ser disputado até à última jornada. Não me parece que haja dúvidas, independentemente do que aconteça às equipas. Penso que nenhuma delas está disponível para perder pontos. É uma situação que já vivemos no passado, no apuramento para o Campeonato do Mundo de 2018”, observou.

Fernando Santos recordou que Portugal “sempre jogou bem e foi consistente”, mas, agora, admitiu que “não tem correspondido tão bem”, muito por culpa da “entrada menos boa nos jogos e das muitas perdas de bola”.

No jogo da ronda inaugural do grupo A, disputado em 23 de março, na cidade italiana de Turim, a equipa das ‘quinas’ sentiu muitas dificuldades em confirmar o favoritismo, vencendo o Azerbaijão por 1-0, com um autogolo de Maksim Medvedev, aos 37 minutos.

Na terça-feira, o Estádio Olímpico de Baku, situado perto do centro da capital azeri, acolherá, a partir das 17:00 (hora de Lisboa), o encontro entre Azerbaijão e Portugal, da ‘poule’ A de acesso ao Mundial2022, que será dirigido pelo italiano Marco Guida.

Portugal é um dos líderes do grupo, com 10 pontos, a par da Sérvia, que no sábado goleou por 4-1 o Luxemburgo, terceiro colocado, com seis pontos, seguindo-se irlandeses e azeris, ambos com um.