Grande Futebol
“Abel precisa de se acalmar, não veio de Portugal para reclamar da arbitragem"
Redação
2021-04-14 18:45:00
Mauro Cezar critica treinador do Palmeiras por “ficar esperneando o tempo todo”

Abel Ferreira já ganhou um lugar na história do Palmeiras, ao conquistar a Taça Libertadores, mas aos poucos vai mostrando aos adeptos brasileiros um lado mais obscuro dos treinadores portugueses: os protestos constantes contra a arbitragem. Ainda no passado domingo, Abel viu o cartão vermelho aos 38 minutos da partida com o Flamengo, para a Supertaça do Brasil (o ‘verdão’ perdeu nos penáltis, depois do 2-2 no tempo regulamentar), por protestar com veemência contra a equipa de arbitragem.

Mauro Cezar, um dos mais populares analistas brasileiros, alertou que este não foi um ato isolado. O sucesso na Libertadores e a conquista da Taça do Brasil ajudaram a ‘disfarçar’ alguns comportamentos de Abel Ferreira, agora mais visíveis na sequência dessa expulsão. Há poucos meses no clube brasileiro, Abel Ferreira soma já seis cartões amarelos e duas expulsões. “Será que é perseguição dos árbitros? Ele até teve razão quando reclamou de um cartão não dado ao Diego, até para que o critério da arbitragem fosse o mesmo, mas o jogo foi bem arbitrado. Com dez minutos, o Palmeiras já tinha dois cartões amarelos e seis faltas. Fez o 1-0 no primeiro minuto e começou a travar o jogo com faltas”, salientou o analista, no programa ‘Fala, Maurão’ da rede UOL.

Abel Ferreira já mostrou ao futebol brasileiro a competência do treinador europeu. Com este comportamento de passar o jogo “esperneando o tempo todo” junto à linha lateral, o técnico nada valoriza o Palmeiras. “Se ele reclamar assim na Europa, nenhum árbitro vai tolerar. É muita reclamação. O Brasil precisa de treinadores estrangeiros que consigam acrescentar coisas legais ao nosso futebol. Treinador para reclamar, já há aqui vários que reclamam o tempo todo, não é preciso vir alguém de Portugal. O Abel Ferreira precisa se acalmar um pouco e fazer seu trabalho”, insistiu Mauro.

Se “ficar esperneando o tempo todo”, Abel arrisca-se a ser apontado como o sucessor de Mano Menezes como o treinador que mais reclama no futebol brasileiro. Se ficar com essa 'marca', o treinador português corre o risco de passar a visto com 'maus olhos' pelos árbitros, passando então a ter 'verdadeiros' motivos para reclamar, mas... sem consequências práticas. “O Mano Menezes, que sempre foi um dos mais ‘reclamões’ entre os técnicos brasileiros e foi lá para o chamado mundo árabe [Al Nassr, da Arábia Saudita], parece que deixou aqui um outro treinador para ocupar o trono. E é o Abel Ferreira”, afirmou.

“Não adianta ficar ali esperneando contra a arbitragem o tempo todo. É muita reclamação e, dessa vez, sem motivo”, insistiu Mauro, aludindo ainda ao jogo do passado domingo, com o Flamengo, para a Supertaça do Brasil: “O jogo foi ótimo, não teve nenhum erro de arbitragem digno de revolta. Se houve erro, foi pequeno. O Palmeiras fez um ótimo jogo e isso é mais importante do que as reclamações do técnico português”.