Grande Futebol
"A parte que eu tenho desta vitória é para Luís Filipe Vieira"
2021-08-04 20:10:00
Jorge Jesus recorda o ex-presidente do Benfica: "É meu amigo e será sempre meu amigo"

Em declarações à Sport TV, na flash-interview, o treinador do Benfica dedicou a vitória frente ao Spartak ao ex-presidente do Benfica. Jorge Jesus recordou que foi Luís Filipe Vieira a pessoa que o contratou para o Benfica e que voltou a apostar no técnico, no início da época passada.

"Não me posso esquecer de uma pessoa que foi muito importante para mim, no meu regresso ao Benfica, por me ter dado a oportunidade, na primeira vez que trabalhei no Benfica. Falo do presidente Luís Filipe Vieira. A parte que eu tenho desta vitória é para ele, que fez um grande trabalho no Benfica. É meu amigo e será sempre meu amigo", realçou o técnico.

"Sabíamos que íamos encontrar um rival forte, mas também sabíamos que tínhamos valor para levar daqui um resultado positivo, com futebol de qualidade", resumiu Jorge Jesus, numa análise a este triunfo por 2-0, diante do Spartak de Moscovo, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O técnico congratulo-se com a vitória, mas gostaria de ter visto mais golos. E apontou o dedo ao árbitro e à ineficácia da equipa: "É verdade que ganhámos por 2-0, mas poderíamos ter saído daqui com um 5-1. Isto parecia andebol dentro da área do Spartak. Não houve VAR e o árbitro não viu. Mas o importante é dizer que o Benfica fez um grande jogo, melhor do que aquilo que eu pensava. Uma vitória de afirmação. Mas só estamos na primeira parte da eliminatória".

Os encarnados, refira-se, reclamaram por diversas vezes por lances de mão na bola dentro da área, que o árbitro não considerou. Apesar dessas incidências, "o Benfica fez um grande jogo".

"Para primeiro jogo, foi melhor do que eu pensava, foi uma vitória de afirmação, de uma equipa muito confiante. Estamos só na primeira parte da eliminatória. Os jogadores foram espetaculares, taticamente foram espetaculares. Prepararam-se bem", destacou.

Jorge Jesus comentou a exibição de João Mário, médio que fez a assistência para o primeiro golo e que se assume agora como um titular indiscutível na equipa do Benfica, e falou ainda de Weigl. No entanto, o técnico elogiou toda a equipa.

"O João Mário fez um grande jogo, é um grande jogador. O próprio Weigl esteve muito bem e sente-se mais confortável com este sistema, mas todos jogaram bem. Não há um jogador que não tenha estado bem no jogo”, elogiou.

"Preparámos-nos bem para o jogo. E os jogadores mereceram a vitória", referiu ainda Jorge Jesus.