Fora da Bancada
Teste passa a ser obrigatório em todos os eventos desportivos
2021-12-21 20:55:00
Adeptos só terão acesso aos estádios com teste negativo ao coronavírus, a partir das 00h00 de 25 de dezembro

O acesso a eventos desportivos e culturais dependerá da apresentação de teste negativo ao coronavírus, a partir das 00h00 de 25 de dezembro, independentemente do número de espetadores, anunciou hoje o primeiro-ministro, no âmbito das restrições face à pandemia de covid-19.

“Passámos também a introduzir o teste negativo obrigatório para o acesso a todos os espetáculos culturais e alargámos a obrigatoriedade de teste para entrar em todos os recintos desportivos, independentemente da sua taxa de ocupação, salvo indicação em contrário da Direção-Geral da Saúde [DGS], como poderá ser, por exemplo, para os escalões de formação”, disse António Costa, após o Governo ter estado reunido em Conselho de Ministros extraordinário.

Desde 27 de novembro já era obrigatória a apresentação de um teste com resultado negativo ao coronavírus à entrada dos recintos desportivos ao ar livre com capacidade acima de 5.000 espetadores e superior a 1.000 em recinto fechado, independentemente do estado vacinal.

A norma da DGS determinava a exigência de teste para o acesso a “eventos de grande dimensão, a eventos desportivos, a eventos que não tenham lugares marcados, a eventos que impliquem a mobilidade de pessoas por diversos espaços ou eventos que se realizem em recintos provisórios ou improvisados, cobertos ou ao ar livre, sempre que o número de participantes/espetadores seja superior a 5.000, em ambiente aberto, ou superior a 1.000, em ambiente fechado”.

O teste de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2 é exigido independentemente do esquema vacinal e, para as pessoas sem esquema vacinal completo, a sua realização já era obrigatória para aceder a “eventos de qualquer natureza, bem como espetáculos”, ainda que a lotação fosse inferior àqueles números.

“Recordo que, até agora, os testes só eram obrigatórios para espetáculos ao ar livre com mais de 5.000 espetadores e espetáculos desportivos em recinto fechado com mais de 1.000 espetadores. Passa, agora, a ser o teste obrigatório para todos, tal como acontece também para os espetáculos culturais”, precisou o primeiro-ministro

O clássico da 16.ª jornada da I Liga de futebol, entre FC Porto e Benfica, no Estádio do Dragão, no Porto, marcado para 30 de dezembro, é um dos jogos que já decorrerá ao abrigo das novas medidas de contenção da pandemia.

A covid-19 provocou mais de 5,35 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.812 pessoas e foram contabilizados 1.233.608 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 89 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Tags: