Fora da Bancada
PCP defende necessidade de medidas após incidentes na final da Champions
2021-05-30 22:15:00
"Impõe-se garantir as medidas de proteção e prevenção da saúde pública", frisam os comunistas

O PCP considerou hoje, a propósito dos episódios com adeptos ingleses no Porto, que é preciso "garantir as medidas de proteção e prevenção da saúde pública", e defendeu o regresso do público aos eventos desportivos.

"Face a desenvolvimentos recentes associados à final da Liga dos Campeões Europeus, o PCP reafirma que na atual situação da epidemia impõe-se garantir as medidas de proteção e prevenção da saúde pública, incluindo a vacinação, testagem e rastreio, ao mesmo tempo que deve ser prosseguida a retoma das atividades", assinalou o partido.

Num comunicado enviado às redações, os comunistas consideram que "essa é uma necessidade económica, social, cultural e também de saúde pública".

"No plano da atividade desportiva é também urgente, como o PCP tem defendido e insistido, a definição e concretização de medidas indispensáveis de proteção sanitária, que garantam a retoma da prática desportiva do conjunto das modalidades, bem como do acesso do público à fruição dessas atividades", refere também o PCP.

A final da Liga dos Campeões, entre Manchester City e Chelsea, decorreu no Porto, no sábado, num jogo com a presença de adeptos ingleses, que durante os últimos dias estiveram aglomerados no centro da cidade, a maioria sem cumprir as regras ditadas pela pandemia de covid-19, como o uso de máscara e o distanciamento físico.