Fora da Bancada
Governo admite realização das eleições autárquicas em dois fins de semana
2021-03-19 15:55:00
Ministro da Administração Interna adianta que o voto antecipado "não está previsto"

As eleições autárquicas, que terão de ser realizadas entre setembro e outubro, poderão este ano decorrer em dois fins de semana, devido ao contexto pandémico.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, admitiu que esse cenário está a ser estudado, numa altura em que existe “abertura para ponderar modelos”.

Se “não está previsto o voto antecipado”, “a distribuição do voto entre dois fins de semana” é uma hipótese “perfeitamente possível”, mas que “depende da Assembleia da República”, esclareceu o governante, em declarações à Lusa.

Ainda segundo Eduardo Cabrita, “não é possível o voto em mobilidade” nas eleições autárquicas “porque isso implicaria ter tantos boletins de voto disponíveis quantas as três mil freguesias que existem no país e, portanto, seria uma operação logística impossível”.

Não se manifestando sobre uma eventual alteração da data das eleições, por ser matéria de “reserva absoluta” da Assembleia da República, o ministro lembrou que as eleições presidenciais foram realizadas com Portugal em estado de emergência, devido à covid-19.

“A competência de alteração das datas é da Assembleia da República, mas a opinião que tenho é a mesma sobre as presidenciais. Espero que a situação sanitária esteja claramente melhor, já hoje está claramente melhor do que em janeiro, mas prova hoje não teríamos ganho nada em adiar as eleições presidenciais”, finalizou.