Portugal
Sporting vence Paços de Ferreira e segue em frente na Taça de Portugal
2020-12-11 23:05:00
Tiago Tomás, Tabata e Palhinha fizeram os golos dos leões

Os golos de Tiago Tomás, Bruno Tabata e João Palhinha 'carimbaram' hoje o 'passaporte' do Sporting para os oitavos de final da Taça de Portugal em futebl, na sequência da vitória (3-0) diante do Paços de Ferreira.

Neste encontro da quarta eliminatória da Taça de Portugal, Tiago Tomás, aos 26 minutos, inaugurou o marcador, para Bruno Tabata, aos 44, levar o Sporting a vencer 2-0 ao intervalo. Na segunda parte, aos 64, foi a vez de João Palhinha marcar e 'selar' o resultado.

Num ano tão atípico, sem público nas bancadas, torna-se difícil de classificar este jogo como ‘festa da Taça’, porque festa, propriamente dita, só no relvado e quando a equipa do Sporting chegou a Alvalade, pelas 20:00, onde foi recebida por centenas de adeptos. Depois… o silêncio. Silêncio, este, quebrado a seis minutos do apito final pelos adeptos que iam gritando no exterior.

‘Órfãos’ do treinador Rúben Amorim e do ‘abono de família’ Pedro Gonçalves (autor de 10 dos 32 golos do Sporting até ao início deste jogo), expulso no empate com o Famalicão (2-2), para a nona jornada da I Liga, os ‘leões’ entraram mais fortes e viram Pedro Porro e Coates, aos 11 e 14 minutos, desperdiçarem oportunidades de inaugurar o marcador.

Em relação ao jogo com os famalicenses, o Sporting fez três alterações. Colocou em campo Bruno Tabata, que ocupou o lugar de Pedro Gonçalves, Nuno Mendes voltou à ala esquerda, no lugar de Antunes, e Tiago Tomás jogou no lugar de Sporar.

Mudanças que fizeram toda a diferença, já que, aos 26 minutos, Tiago Tomás recebeu a bola de Nuno Santos, saiu disparado em direção à baliza pacense e, de pé esquerdo, em desequilíbrio, de fora da área, fez o 1-0.

Em cima do intervalo, foi a vez de Tabata a fazer o 2-0, aos 44 minutos. O brasileiro foi servido por Tiago Tomás e, com um remate de pé esquerdo, de fora da área, descaído sobre a direita, levou a bola a entrar no ângulo oposto da baliza de Jordi.

O Paços de Ferreira nunca conseguiu criar ocasiões explicitas de golo, motivo pelo qual o treinador Pepa fez duas alterações ao intervalo. Chamou ao jogo Diaby e Uilton, para os lugares de Bruno Costa e Hélder Ferreira, e passou a pressionar mais alto, mas o Sporting manteve o domínio do jogo.

Foi de bola parada que a formação de Alvalade chegou aos 3-0, aos 64 minutos, quando João Mário, na cobrança de um livre, colocou a bola na cabeça de João Palhinha, que a introduziu na baliza de Jordi.

Aos 71 minutos, Tiago Tomás esteve perto de fazer o 4-0, após saída em falso de Jordi, mas o ângulo estava apertado e o jovem não foi capaz de fazer o golo.

A vencer por 3-0, Emanuel Ferro, hoje no comando da equipa, aproveitou para gerir a equipa e colocou em campo Matheus Nunes e Sporar, para os lugares de João Mário e Bruno Tabata, a pensar no jogo dos quartos de final da Taça da Liga, diante do Mafra, na terça-feira, às 20:15, em Alvalade.

Antes, tinha sido Pepa a olhar para a deslocação ao Estádio do Dragão, no dia seguinte, às 18:45, que substituiu João Amaral, Luiz Carlos e Douglas Tanque por Calderón, Castanheira e João Pedro.

Com estas mudanças o jogo não perdeu a intensidade e o Sporting manteve o pendor atacante e, em cima do apito final, aos 90+3 minutos, Gonzalo Plata tentou o 'chapéu', mas o guarda-redes do Paços de Ferreira defendeu.