Portugal
"Repudiamos tentativas de condicionamento travestidas de análises", diz Benfica
2021-01-14 14:45:00
"Querem mesmo tentar convencer estes jogadores de que não poderão ganhar amanhã?"

O Benfica não tem gostado da forma como a comunicação social e os comentadores têm falado do clube encarnado em vésperas do jogo com o FC Porto e ataca as "tentativas de condicionamento travestidas de análises".

"Recusamos o fatalismo e o pessimismo e repudiamos as tentativas de condicionamento travestidas de análises, acreditando convictamente na capacidade da nossa equipa para que possa regressar do Dragão com um resultado positivo na bagagem", pode ler-se na nota deixada pelo clube da Luz, nesta quinta-feira, no seu sítio oficial.

O clube liderado por Luís Filipe Vieira diz que tem assistido "com perplexidade ao exercício de alguns analistas acerca de uma suposta inevitabilidade de uma derrota benfiquista no clássico".

"Como se os jogos – qualquer jogo – não tivessem vida e dinâmica próprias e o seu desfecho estivesse subjugado a uma espécie de determinismo futebolístico."

Através da newsletter oficial, nesta quinta-feira, o Benfica reforça o descontentamento com as "costumeiras evocações de séries de resultados dissonantes das pretensões" encarnadas.

"Relembramos que, nos últimos quatro jogos no reduto do FC Porto, perdemos uma vez apenas, não obstante ter sido uma vez a mais do que desejáramos".

O Benfica deixa elogios para o adversário, o FC Porto, dizendo que na Luz o grupo está "bem ciente da dificuldade de que se reveste a partida". Mas ainda assim não percebe a linha de comentários a que se tem assistido.

"Olhemos, por exemplo, para o onze inicial da nossa última vitória no Dragão... em 2019: nove dos onze titulares nesse triunfo fazem parte do atual plantel do Benfica. Querem mesmo tentar convencer estes jogadores de que não poderão ganhar amanhã? Eles sabem que sim, claro que sim, por muito que lhes tentem dizer o contrário".

O Benfica refere ainda que também Jorge Jesus, como o próprio confirmou, confia que pode vencer o FC Porto. "Jorge Jesus o sabe, não tivesse o Benfica ganho em 2014, por 0-2, na última vez que o nosso treinador dirigiu a nossa equipa naquele estádio."

O emblema lisboeta aproveita ainda para lembrar que nada ficará decidido amanhã, no Estádio do Dragão, independentemente do resultado.

"Discordamos do carácter decisivo que alguns atribuem ao jogo, pois haverá ainda muito por disputar na Liga NOS (o jogo insere-se na 14.ª jornada de 34)."

A finalizar, o Benfica deixa a promessa de que tudo fará para ultrapassar um rival que irá colocar dificuldades. 

"Estamos muito determinados na obtenção de um resultado condizente com as nossas aspirações, reconhecendo, obviamente, o valor do nosso adversário e as dificuldades inerentes a uma partida entre candidatos ao título."