Grande Futebol
“Não há vestígios da Liga dos Campeões em Lisboa”, conta o jornal As
2020-08-11 17:00:00
“Champions fantasma em Lisboa”. A reportagem do jornal espanhol sobre uma competição sem cobertura mediática

A final a oito da Liga dos Campeões, que se começa a disputar nesta quarta-feira, na capital portuguesa, gera uma reportagem curiosa no jornal espanhol As, que dá conta da ausência de qualquer sinal da realização da prova e de um desinteresse por parte dos órgãos de comunicação social portugueses.

“Não há vestígios da Liga dos Campeões em Lisboa. Nenhum rasto a seguir na capital portuguesa permite intuir que faltam apenas 24 horas para esta final para oito partidas que a UEFA teve de improvisar devido à pandemia de covid-19”, escreve o As.

O periódico destaca a ausência de cobertura mediática, de outdoors nas ruas da cidade, ou mesmo nas imediações dos estádios onde as partidas se disputarão. E 

“As televisões estão muito mais atentas aos primeiros dias de Jorge Jesus no comando técnico do Benfica, ou às contratações de Adán e Feddal pelo Sporting, do que o Atalanta-PSG desta quarta-feira”, realça o mesmo jornal.

Na reportagem, que analisa também os jornais desportivos portugueses, considera-se que “a Liga Europa tem muito mais interesse em Portugal”, em virtude das presenças de Bruno Fernandes, decisivo nas vitórias do Manchester United, dos ‘wolves’ de Nuno Espírito Santo, Ruben Neves e Moutinho, e do Shakhtar, orientado por Luís Castro.

“Não há adeptos e quase nenhum turista. Uma imagem fantasmagórica e certamente triste. Mas, as coisas são assim”, escreve o jornalista Juan Jimenez.

A ausência de adeptos ajuda a explicar estes sinais dos tempos. A UEFA preparou “uma Liga dos Campeões para futebolistas e telespectadores, mas não para adeptos”, até porque a pandemia o determina.

“Esta Lisboa maravilhosa, que nesta altura devia estar agitada no Rossio, verá passar a Champions como um fantasma”, conclui a reportagem.