Prolongamento
"Não descarto cenário de arquivamento seguido de triunfal regresso de Vieira"
2021-10-13 11:45:00
"Descortino na narrativa do Ministério Público debilidades probatórias patentes", diz ex-dirigente do Sporting

Luís Filipe Vieira aguarda desenvolvimentos no âmbito do processo Cartão Vermelho, caso no qual foi detido em julho até ser presente a um juiz de instrução criminal. O ex-presidente das águias procura agora defender-se e está focado nessa matéria, sendo que, recentemente, não afastou a possibilidade de voltar ao Benfica, admitindo que estará sempre por perto do clube que liderou durante quase 20 anos.

Carlos Barbosa da Cruz, antigo dirigente do Sporting e advogado de profissão, não descarta um possível regresso de Luís Filipe Vieira ao Benfica e atenta nas matérias que o Ministério Público vai reunindo neste caso para sustentar esta lógica, sublinhando ter a sensação de que a história entre Benfica e Luís Filipe Vieira "longe de estar esgotada, ainda vai proporcionar próximos e emocionantes capítulos".

Até porque o advogado de profissão diz que descortina na "narrativa indiciária do Ministério Público debilidades probatórias patentes". "Como descortino na narrativa do Ministério Público debilidades probatórias patentes, nem sequer descarto o cenário de um arquivamento, seguido de um triunfal regresso do filho pródigo", assinala Carlos Barbosa da Cruz.

Em artigo de opinião que assina nas páginas do Record, o antigo dirigente do Sporting critica a forma como Luís Filipe Vieira declarou que vinha trabalhando enquanto liderou o Benfica.

"Como sabem, quando cá estava ouvia toda a gente mas também dizia que quem decidia era eu. A democracia a mais faz mal e a democracia neste clube faz mal. Por não haver democracia é que crescemos como crescemos", afirmou Luís Filipe Vieira quando se deslocou à Luz, em palavras que Barbosa da Cruz critica.

Para o ex-dirigente leonino estas palavras são reveladoras de uma "visão presidencialista dos clubes, num modelo de heliocentrismo, supostamente iluminado".

"Como pode Luís Filipe Vieira dizer que decidia sozinho? Ou perdeu a noção da realidade (já aconteceu com outros presidentes...) ou eram cometidas diárias ilegalidades no clube e na SAD, nunca denunciadas ou sequer descortinadas pelos órgãos de fiscalização e pelos auditores".

Na sequência das declarações de Luís Filipe Vieira várias têm sido as reações de adeptos ligados ao Benfica mas não só que têm criticado a posição assumida pelo ex-presidente.

No discurso de tomada de posse como 34.º presidente do Benfica, Rui Costa lembrou Luís Filipe Vieira ao mesmo tempo que deixou a garantia de que tudo fará para "o Benfica ganhar". De igual modo, o 'maestro' revelou que arrancou agora "um novo ciclo" na vida do clube lisboeta.