Grande Futebol
Lucas Veríssimo na convocatória da seleção do Brasil, Matheus Nunes de fora
2021-09-24 17:55:00
Médio do Sporting poderá ser chamado por Fernando Santos

O futebolista do Benfica Lucas Veríssimo foi hoje convocado para os próximos compromissos da seleção brasileira na fase de qualificação para o Mundial2022, com Venezuela, Colômbia e Uruguai, numa lista da qual não consta o sportinguista Matheus Nunes.

O central benfiquista, que se estreou pelo Brasil em 10 de setembro, diante do Peru, volta a integrar as opções do selecionador Tite, sendo o único jogador a atuar em Portugal a ser chamado à equipa ‘canarinha’.

Fora da lista divulgada hoje pelo técnico ficou o médio do Sporting Matheus Nunes, o que poderá indiciar que o luso-brasileiro será chamado por Fernando Santos na próxima semana, com vista aos próximos encontros da seleção portuguesa.

Matheus Nunes chegou a ser convocado por Tite no final de agosto, para uma tripla ronda de qualificação sul-americana, precisamente um dia depois de Fernando Santos ter aberto a ‘porta’ a uma futura chamada do jogador à equipa das quinas.

Contudo, o médio acabou por não se juntar à seleção do Brasil, uma vez que ainda não tinha a vacinação contra a covid-19 completa e, por essa razão, teria de cumprir um período de quarentena no regresso a Portugal, o que o levaria a falhar algumas partidas do Sporting, desde logo o ‘clássico’ com o FC Porto.

Entre os 25 atletas convocados por Tite, o destaque vai para a estreia do extremo Antony, do Ajax, e para o regresso de vários jogadores que atuam em Inglaterra - entre os quais o ex-sportinguista Raphinha, do Leeds -, que tinham falhado os últimos encontros da seleção, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19.

O Brasil, que lidera a fase de qualificação sul-americana para o Mundial2022, visita a Venezuela em 07 de outubro, antes de jogar na Colômbia, dois dias depois, e receber o Uruguai, no dia 15.

Os quatro primeiros classificados apuram-se diretamente para o Mundial2022, enquanto o quinto colocado terá de disputar os ‘play-offs’ intercontinentais.