Grande Futebol
“Essas coisas mexem com Pepê", diz o vice-presidente do Grémio
Redação
2021-01-27 22:15:00
Paulo Luz associa quebra de rendimento do extremo às notícias do interesse do FC Porto

O vice-presidente do Grémio, Paulo Luz, voltou a confirmar que o clube está a negociar com o FC Porto a transferência de Pepê, associando as “negociações” com o clube português à quebra de rendimento que o extremo tem vindo a registar nas últimas semanas.

“É um menino de 23 anos, que vai fazer 24, e estas coisas são desafios profissionais. Ele está na iminência de saber que vai para uma outra terra, um outro continente, uma outra cultura e essas coisas mexem com a pessoa”, afirmou Paulo Luz, num podcast dedicado aos adeptos do Grémio.

“Além disso, há a expectativa e a ansiedade, por também é uma realização profissional e que lhe permitirá ter autonomia financeira. Então, temos de ter compreensão nesse momento e superá-lo. No momento em que ele sair daqui e se concretizar, vai sair muito bem”, reforçou.

“De uma forma muito pragmática”, o dirigente insistiu que as negociações com o clube português “estão em andamento” e “bem encaminhadas”, mas realçou que “um negócio internacional desse vulto” só pode ser considerado fechado “quando os contratos estiveram formalizados e assinados”.

O FC Porto é “o clube mais interessado neste momento” no extremo de 23 anos, mas ainda há “muitas variáveis” a esclarecer antes que um acordo para a transferência fique fechado.

A única garantia é que Pepê, que soma 14 golos em 51 jogos pelo Grémio, vai ficar no clube até ao verão. “É um jogador extraordinário e será de extrema valia para nós, porque fica connosco até junho e será de grande utilidade”, afirmou o vice-presidente.

O interesse do FC Porto já tinha motivado um recado do presidente do Grémio, com Romildo Bolzan Júnior a desafiar os dragões a apresentarem uma oferta na ordem dos 15 milhões de euros.

“Sei mais da vida do Pepê pela imprensa portuguesa... Se estão a desejar tanto o Pepê, paguem o preço. É um bom valor, minimamente”, afirmou o presidente, em declarações à Rádio Grenal.

De acordo com a imprensa brasileira, o emblema de Porto Alegre pretende, para além dos 15 milhões de euros pela transferência, ficar com 15 por cento de uma eventual venda do jogador por parte do FC Porto.