Portugal
"Espero que Sporting não viva de Pedro Gonçalves como viveu de Bruno Fernandes"
2020-12-03 12:00:00
Ex-técnico leonino e a eventual dependência do ex-Famalicão

Antigo treinador do Sporting, Domingos Paciência elogia o trabalho de Rúben Amorim à frente do comando técnico do conjunto verde e branco mas nota que a equipa poderá estar a revelar uma eventual dependência de Pedro Gonçalves.

Se no passado mais recente foi Bruno Fernandes a grande figura da equipa verde e branca, muitas vezes o jogador decisivo para os triunfos do leão, a verdade é que o internacional português foi vendido para o Manchester United e o Sporting teve de se reinventar na forma de jogar.

No primeiro lugar da classificação do campeonato, o Sporting vai somando vitórias que têm deixado em euforia os adeptos leoninos que, há quase 20 anos, não sabem o que é vencer o título.

E na equipa que Rúben Amorim montou para esta temporada, e que tem feito sonhar o universo verde e branco, aparece um nome a colher mediatismo nos últimos tempos.

Pedro Gonçalves chegou do Famalicão e rapidamente se transformou na figura da equipa leonina não apenas pelo que joga e faz jogar mas também pelos golos decisivos que tem marcado.

'Pote', como é também conhecido, tem sido de verdadeiro ouro para o conjunto liderado por Rúben Amorim e Domingos Paciência teme que o Sporting fique dependente do camisola 28 leonino.

"Espero que o Sporting não viva de Pedro Gonçalves como viveu de Bruno Fernandes no passado mas é o jogador que faz a diferença", comentou Domingos Paciência, antigo treinador dos leões.

O técnico referiu ainda que na luta pelo título deverá entrar na equação o facto de o Sporting não ter provas europeias para disputar e nota que isso poderá permitir a Rúben Amorim ter mais tempo para treinar o sistema e a ideia de jogo.

"Este Sporting pode melhorar porque tem jogadores e tempo para isso", disse Domingos Paciência, na Renascença, acreditando ser possível que o Sporting vá ao mercado de janeiro para contratar reforços.

No último mercado de transferências, a grande contratação, pelo menos aquela que mais tem brilhado, é Pedro Gonçalves, jogador pelo qual, recorde-se, o Sporting pagou 6,5 milhões de euros pela compra de 50 por cento do passe.