Portugal
“Benfica e FC Porto que esqueçam o primeiro lugar, que está bem entregue”
Redação
2021-03-02 16:50:00
Antiga glória encarnada sugere a dragões e águias que se concentrem na luta pelo segundo lugar, onde está o SC Braga

Diamantino Miranda antecipa a ‘entrega as faixas’ de campeão ao Sporting, prevendo que nem Benfica nem FC Porto conseguirão alcançar a turma leonina.  

Numa análise ao triunfo encarnado frente ao Rio Ave, em jogo da 21.ª jornada da I Liga, o antigo futebolista encarnado considerou que o campeonato “está bem entregue” e que águias e dragões devem focar-se na vice-liderança, que nesta época não é apenas o primeiro dos últimos, mas o passaporte com entrada direta na Liga dos Campeões. 

Benfica e FC Poro que esqueçam o primeiro lugar de parte, não vão lá chegar. Está bem entregue ao Sporting, neste ano, por aquilo que a equipa de Rúben Amorim vem fazendo. O Benfica e o FC Porto devem focar-se na luta pelo segundo lugar”, afirmou, no Jornal 8. 

Numa análise ao jogo com o Rio Ave, Diamantino destaca a “boa segunda parte” do Benfica, que permitiu alcançar uma vitória que era fundamental, tendo em vista os objetivos possíveis, na I Liga. 

“O Benfica deu um passo de gigante, tendo em vista esse desiderato [alcançar o segundo posto], ficando a três pontos do FC Porto e a quatro do SC Braga”, realçou o antigo futebolista e treinador.  

Nesta análise Diamantino também abordou a reação de Pizzi ao golo que apontou, celebrando de forma efusiva, com um abraço a Rui Costa. São sinais que indiciam, segundo Diamantino, uma revolta de alguém que tem sido preterido pelo treinador, que entra e que faz a diferença.  

“Não tenho dúvidas de que este sinal do Pizzi é de alguém que se sente injustiçado. Ele marca o golo e é Pizzi que faz que, naqueles últimos 25 minutos, o Benfica esteja em cima do Rio Ave. E ele sente isso”, afirma Diamantino. 

Jorge Jesus deu mostras, na flash-interview, de que tem noção desta realidade. “O treinador do Benfica sabe que a vitória era muito importante, neste jogo. E por isso apareceu menos tenso, depois de todas as convulsões que surgiram até este jogo”, referiu. 

Sobre a contestação ao treinador e à equipa, nada que uma série de vitórias não resolva: “Todos os sócios e adeptos do Benfica querem que a equipa ganhe. Ninguém está contra a equipa. E Jorge Jesus sabe disso. Sabe de que, ganhando, os adeptos que hoje assobiam amanhã estarão ao lado da equipa”.