Portugal
"Até este momento, zero, bola". Gomes arrasa promessas de apoio do Governo
Redação
2021-05-08 18:45:00
"Onde é que estão os 65 milhões anunciados com pompa e circunstância há cerca de dois meses?"

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, arrasou as promessas de apoio feitas pelo Governo, no âmbito da resposta à crise gerada pela pandemia de covid-19, garantindo que dos 65 milhões de euros "anunciados com pompa e circunstância" chegaram... "zero".

"Infelizmente, o apoio governativo deixou muito a desejar. A Federação apoiou o movimento associativo desde a primeira hora com financiamentos diretos aos clubes e apoios diretos às associações. Ainda recentemente, aquando do anúncio da linha de financiamento dos 65 milhões de euros, a federação já avançou para as associações e para os clubes cerca de dois milhões, e onde é que estão os 65 milhões anunciados com pompa e circunstância há cerca de dois meses? Para nós, para os clubes, para as associações, até este momento, zero, bola", afirmou Fernando Gomes.

Durante uma iniciativa da Associação de Futebol do Porto, o líder federativo alertou para o impacto da suspensão dos escalões de formação, referindo uma perda de metade dos atletas inscritos.

"Recomeçamos hoje atividades nas cinco modalidades em que mais de 200 mil atletas não tiveram qualquer prática desportiva durante um ano. É dramático para o nosso país e para a recuperação de talento que todos nós perdemos e para estas crianças que não puderam continuar a atividade física e que, se calhar, enveredaram por outro tipo de atividades menos desejáveis e menos saudáveis. Hoje, e comparativamente ao ano passado, temos menos 50 por cento de atletas inscritos, não ultrapassavam os 90 mil atletas", insistiu Fernando Gomes.