Portugal
"Nacional achou que não adiando tinha mais possibilidades de pontuar", diz Jesus
2021-01-25 19:50:00
Treinador do Benfica comenta recusa do Nacional ao pedido de adiamento do jogo

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, acusou o Nacional de ter aproveitado as muitas baixas por covid-19 no plantel encarnado para procurar pontuar na Luz, depois da formação madeirense ter recusado o pedido de adiamento do encontro, que terminou empatado a um golo.

"O nosso adversário achou que, não adiando o jogo, tinha muito mais possibilidades de pontuar hoje aqui", reagiu o técnico, quando questionado sobre a decisão do Nacional, durante a conferência de imprensa após o encontro.

O surto de covid-19 tem perturbado e muito o trabalho do Benfica, mas o empate no jogo desta tarde foi "por culpa própria" e não do vírus, como admitiu o treinador.

"É verdade que te sentes um pouco impotente com isto tudo que se está a passar na equipa. Não é só o não poderes trabalhar com todo, é também o ambiente que estamos a viver. Estava com algum receio para este jogo, mas acho que a equipa fez o suficiente para ganhar, nem que fosse por 1-0. Tínhamos de ter maturidade e experiência. Não conseguimos vencer por culpa própria", assumiu Jesus.

Seguem-se agora os encontros com o Belenenses SAD, para a Taça de Portugal, na quinta-feira, e o dérbi com o Sporting, em Alvalade, para a 16.ª jornada da I Liga, na segunda-feira.

"Vamos preparar o próximo jogo, contra o Belenenses, com estes jogadores que temos, com os 16 ou 17 que têm treinado. Não há outro caminho", adiantou o técnico, ainda a propósito das baixas provocadas pela covid-19.

Jorge Jesus admitiu que o Benfica precisava "muito de ganhar este jogo", não apenas para "não ficarmos atrás dos rivais, mas também por todo o ambiente que tem girado à volta da equipa".

"A equipa fez o suficiente para ter vencido hoje, sem fazer um grande jogo, também não esperava um grande jogo, mas fez o suficiente", insistiu: "Depois de marcar o primeiro golo, a equipa não soube segurar o resultado, contra um adversário que praticamente só defendeu. Tivemos várias oportunidades e uma grande penalidade que não foi marcada. A equipa sentiu um peso enorme, porque queríamos ganhar este jogo, pelo facto de termos muita gente em casa. Queríamos oferecer a vitória aos adeptos e a eles".

"O importante, no meio disto tudo, é o resultado. O que conta é que o Benfica perdeu dois pontos. O Benfica, ao longo de algumas jornadas, demonstra alguma insegurança e alguma falta de experiência para segurar resultados. Saiu daqui penalizado por pontos e por todo o contexto emocional e psicológico, que tem impacto", finalizou.