Portugal
"Aconteceu aquilo". Scolari revela que Bruno de Carvalho o queria no Sporting
Redação
2021-06-11 16:45:00
"Não quero andar a encher o saco de ninguém. Se 'pintar' eu vou", diz Scolari que ainda não quer finalizar a carreira

Antigo selecionador nacional de Portugal, campeão mundial pelo Brasil, em 2002, Luiz Felipe Scolari encontra-se longe dos relvados em Capão da Canoa, na região de Porto Alegre, na terra do samba, o Brasil.

'Felipão', como também é conhecido, admite que para já procura manter-se afastado dos perigos da covid-19 mas não vê a hora de voltar à ação. O ex-técnico da turma das quinas refere que gostaria de voltar a treinar mas conta que as propostas que lhe têm chegado não têm agradado.

"Os clubes que me têm batido à porta não me conseguem dar a oportunidade que desejo", destacou Luiz Felipe Scolari, salientando que procura um projeto com dimensão, realçando que tem um currículo para assumir qualquer emblema. "Acredito que um dia destes vou estar de volta. Quando não sei, mas quero acreditar que vou voltar a ter a tal oportunidade."

Em entrevista ao semanário Novo, o antigo selecionador nacional de Portugal não esconde que treinar um clube do campeonato luso poderia ser do seu agrado e até recorda que, em 2018, esteve perto de render Jorge Jesus no comando técnico do Sporting.

Scolari refere que na altura da presidência de Bruno de Carvalho existiu uma "pequena" possibilidade de assumir o cargo de técnico do conjunto de Alvalade. Só que a invasão à academia de Alcochete e tudo que se lhe seguiu acabaram por 'deitar por terra' essa possibilidade, segundo garante.

"Tive uma pequena hipótese de entrar no Sporting, com Bruno de Carvalho – uma pequena hipótese, reafirmo -, mas depois aconteceu aquilo que se sabe no clube e essa possibilidade caiu por terra", assegurou Luiz Felipe Scolari, àquele periódico.

Questionado sobre se teria sido uma aventura útil para si, realça que assinar pelo Sporting teria sido algo de bom para a sua carreira enquanto treinador, lembrando até as ligações que mantém ao país 'à beira mar plantado'.

"É claro que tinha ido! O Sporting é um grande clube, o meu filho mais velho vive em Cascais, toda a gente sabe que adoro Portugal", destacou Scolari.

Nesta entrevista, o antigo selecionador nacional português abordou ainda o trabalho com o empresário Jorge Mendes e destaca que, atualmente, não sente que este procure clubes para si.

"Parece que o Jorge Mendes também não tem mais interesse... Mas, em boa verdade, também não quero andar a encher o saco de ninguém... Portanto, se 'pintar' eu vou; se não acontecer, tudo bem na mesma", comentou Luiz Felipe Scolari.