Portugal
"A qualidade não tem idade, já muitos o provaram", afirma Rúben Amorim
Redação
2021-01-17 16:00:00
Treinador associa o espírito da Taça da Liga à juventude do plantel do Sporting

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, lembrou que a Taça da Liga foi criada com o espírito de dar oportunidades aos mais jovens e realçou que “a qualidade não tem idade”.

Numa primeira antevisão da meia-final com o FC Porto, marcada para terça-feira, o técnico leonino associou esse espírito da Taça da Liga à juventude do plantel verde e branco.

“Também foi para isto que a competição foi criada. Ao longo dos seus 14 anos de história, já foram muitos os que provaram que o bilhete de identidade não conta na hora de ter sucesso”, frisou.

“Os mais experientes lá estarão para lhes dar o necessário apoio e serão o ponto de equilíbrio em todos os momentos em que a equipa estiver por cima ou por baixo no jogo. A qualidade não tem idade”, insistiu Rúben Amorim.

Em declarações à revista da Liga, o treinador do Sporting destacou a “ambição” como “força motriz” do grupo que lidera com “orgulho”.

“A solidariedade, é a par da qualidade, a nossa grande arma, seja em que campo for, contra qualquer que seja o adversário”, reforçou.

Mas esta ‘final four’ da Taça da Liga fica marcada pela ausência de público, devido à pandemia de covid-19, que tem registado um agravamento em Portugal.

A “ausência de quem ama o futebol nas bancadas” é uma “nova realidade” que “castiga sobretudo todos aqueles que tanto anseiam por festejar cada golo, aplaudir cada defesa e vibrar com cada jogada bem conseguida”.

“A todos eles estamos gratos pelo suporte que nos têm dado, e será por eles que vamos, uma vez mais, à luta em busca da felicidade”, concluiu Rúben Amorim.